12 junho 2012

Sou uma ilusão!


Gosto de me sentar à luz do dia na relva e pensar nele. Gosto de sentir a brisa do ar fresco passar-me pela cara enquanto aqueles pensamentos me alegram a cara, me preenchem o vazio que sinto quando ele não está! Esses momentos são para mim reconfortantes, tal como ele me é. Quando me alevanto quero voltar às fantasias que tanto me fazem feliz. Mas a vida não é feita de fantasias e de ilusões criadas por nós, a vida é uma realidade que deve ser vivida. A minha realidade doí-me e tenho medo de a viver. Por isso prefiro estar no meio das minhas fantasias, ao menos lá sou quem quero ser e sou feliz. 

Pareço um pessoa feliz, pareço que não tenho problemas alguns. Sou uma ilusão! Não sou o que pareço ser, não quero que as pessoas vejam o que realmente sou. Prefiro esconder-me no meio dos meus lençóis, à noite, e ser feliz, do que sair debaixo deles e sofrer!

Estou cansada de tudo. Estou cansada de continuar aqui. Estou cansada da dor! Para quê continuar, para quê sofrer se isso não nos faz feliz. Sou uma cobarde a desistir, mas se isso me faz feliz então que seja!
Prefiro percorrer uma pista que me vai fazer feliz, do que continuar nesta e sentir o que sinto neste momento, tristeza, dor, vazio. Nunca senti um vazio assim e talvez seja por isso quero desistir, quero curar esse vazio finalmente!



Cega pela dor
Amarga do sentimento
Nulo da vida.
Sem forças,
Apenas um sorriso
Dado para
Apagar as perguntas!

1 comentário: